FINS & PRINCÍPIOS (1)

POST-10.12-III

   “No meu princípio está o meu fimNo meu fim está o meu princípio.” –    T.S.Eliot, 1888-1965 (2)                                                                     

Um propósito fundamental da filosofia e do programa Kaizen Zero da WCCA é ajudar as pessoas, nas relações no trabalho e na esfera social, a elevar sua maturidade na administração de conflitos, fruto da ambivalência natural da consciência e da vida.  Há ambivalência por toda parte.

Qual o fim da organização? Um diretor exige: “foco no resultado!”. O Compliance exige: “respeite os princípios!”. Mas todo dilema tem solução, que sempre virá de uma negociação saudável. A ambivalência “fins & princípios” tem múltiplas faces, e nos inspira nesse momento especial, em que 2019 está de partida.  

Os fins e princípios de ano estimulam nossa reflexão sobre a Vida. E, muitas vezes, pensamos sobre fins e princípios em dois sentidos:

  • Num sentido, fins e princípios significam ciclos de morte e nascimento. Ano Velho que se vai: balanços de vida. Ano novo que chega: esperanças para o futuro. Surge uma questão: como aproveitar melhor a benção do tempo, como um “presente” sagrado da Vida?
  • Em outro sentido, fins e princípios significam propósitos e valores. Surgem outras questões. Qual o fim da minha existência, qual a finalidade de tudo? Que princípios devem nortear minha vida?

Desses dois sentidos para fins e princípioshaveria um melhor? Talvez não. Ambos os sentidos têm valor. Sem dar valor ao tempo, aos propósitos e aos valores, a vida não tem sentido.

O clima espiritual do Natal nos motiva a meditar no Exemplo singular daqueles que marcaram o tempo, como Gandhi. Ou Jesus Cristo: este até mudou a contagem do tempo da história. Para alguns, eles eram apenas “místicos”. Porém, para outros, foram “homens de ação”: não perdiam tempo. Dois homens de princípio, com um fim muito claro.

  • Gandhi tinha como fim encontrar a Verdade e ajudar a libertação do povo da Índia, usando o princípio da não-violência e da cooperação.
  • Jesus tinha como fim ajudar a Humanidade a encontrar Deus e a plenitude, através do princípio do Amor mais sublime.

Que esses Seres Iluminados inspirem, a cada um de nós, na descoberta dos verdadeiros fins de nossa existência e na escolha dos melhores princípios para atingi-los, enquanto é tempo. Sempre é tempo….

Que Eles nos encorajem, na concretização de nossos sonhos, menores ou maiores, ao longo de todas as nossas caminhadas, do princípio ao fim!

Feliz 2020 para todos Nós!                     

AUTORIA: Antonio Carlos A. Telles – Consultor da WCCA | COLABORAÇÃO: Guilherme Carvalho – Gerente de Relacionamento e Negócios da WCCA.

(1) Telles , A. Carlos, “Refletindo sobre Fins & Princípios”, 2011 (1)

(2) Poeta inglês – Prêmio Nobel de Literatura, 1948

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Você também pode se interessar por:

Uncategorized

GENTIL PRIMEIRO, CERTO DEPOIS!

“Be kind first, be right later” (1) : bem interessante essa reflexão, no início de 2020, do vice-presidente da SAS América Latina , Marvio Portela, líder que também atuou na Xerox, Oracle e IBM. “Seja gentil primeiro, esteja certo depois”: o tema é muito oportuno nesses tempos sombrios. Ameaças de novas guerras entre nações, guerrinhas

Leia mais >
Uncategorized

LIVROS: PAIXÃO DE LÍDERES EMPRESARIAIS

Que dicas os presidentes dão para 2020? O que o visionário Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX (primeira empresa no mundo a vender voo comercial à Lua) diz quando lhe perguntam de onde ele tira a inspiração para inovar? Ele responde: “Eu li nos livros!” Faz sentido: as obras do escritor ficcionista Isaac

Leia mais >

COMO SER UM LÍDER E NÃO APENAS UM CHEFE?

Solucionar a equação de “como ser um líder e não apenas um chefe” é tema prioritário para os negócios. Pesquisas do nível de comprometimento /engajamento mostrou que o comportamento do gestor tem um peso de 70% de influência no engajamento da equipes. Nos EUA o impacto do baixo engajamento de gestores e trabalhadores tem um

Leia mais >